Roberto Succo (documentário)

Roberto Succo também conhecido como Roberto Zucco (o Monstro de Mestre) , nasceu em Veneza no dia 3 de abril de 1962 e foi um italiano serial killer que assassinou várias pessoas na Europa entre 1987 e 1988. Succo cometeu seus primeiros assassinatos conhecidos em 9 de abril de 1981 quando ele esfaqueou sua mãe Maria, 40 anos e estrangulou seu pai Nazario, 50 anos, que era policial. Eles se recusaram a emprestar o carro a Succo. Ele então fugiu, escondendo os corpos de seus pais numa banheira com água e cal para retardar a descoberta dos assassinatos. Ele levou a pistola que seu pai usava em serviço. Succo foi capturado, ele foi considerado mentalmente doente e ele foi condenado a 10 anos em uma prisão psiquiátrica em Reggio Emilia. Enquanto estava na instalação, ele estudou e obteve um diploma em ciências políticas. Em 15 de maio de 1986, depois de cinco anos de sua condenação, Succo fugiu do hospital psiquiátrico. Ele enganou a policia e deixou o país rumo à França por via ferroviária. Nos anos seguintes Succo cometeu inúmeros crimes. Desde assaltos até estupros e homicídios, na França, ele estuprou e matou duas adolescentes, assassinou um médico e dois policiais que estavam prestes a capturar ele. Ele roubou, seqüestrou e aterrorizou pessoas em pelo menos quatro países europeus. Ele foi considerado inimigo público número um na França, Itália e Suíça. Em 28 de fevereiro de 1988, ele foi capturado em sua cidade natal em Mestre (um bairro de Veneza). Em 1 de março de 1988, na tentativa de uma fuga ele caiu do telhado da prisão e foi detido. Ele cometeu suicídio em sua cela, em 23 de maio de 1988. Antes de sua morte Succo foi novamente submetido a avaliações psiquiátricas, que confirmaram que ele era totalmente incapaz de compreender e que ele sofria de esquizofrenia, paranóia e idéias de superioridade.Com seu suicídio, chegava ao fim à história de um garoto aparentemente normal, mas que foi um dos mais cruéis seriais killers da Itália

Nenhum comentário:

Postar um comentário